Trabalho remoto: saiba como tem sido o home office para muitos colaboradores

A 11ª pesquisa da Opinion Box traz dados interessantes sobre esse novo formato de trabalho. Saiba mais!

Com a crise da Covid-19, um fator comum a muitos negócios hoje, inclusive para a Wagalume, é o trabalho remoto. O home office permitiu que as empresas pudessem proteger seus colaboradores e a sociedade, porém – assim como diversas mudanças da pandemia – também trouxe impactos positivos e negativos na vida das pessoas.

Como abordamos no texto Praticando o marketing consciente em meio à pandemia do coronavírus, essa proposta abrange muito mais que contar com ações sustentáveis, como separar o lixo ou reduzir o consumo, por exemplo.

Entre seus principais atributos, o marketing consciente procura manter um ciclo responsável de produção e resultados, levando em conta todos os envolvidos no ecossistema, ou seja, na sua rede de contatos e parcerias.

Nesse post, a Wagalume irá contextualizar com dados interessantes um dos temas abordados na 11ª edição das pesquisas da Opinion Box, que coletou, no início deste mês, informações sobre esse novo formato de trabalho, além dos impactos emocionais causados pela realidade do isolamento social.

Produtividade e os impactos emocionais

O trabalho home office era uma tendência prevista para tornar-se efetiva, em sua maioria, daqui a uma década. Porém, acelerada pela pandemia, essa nova realidade trouxe inúmeras modificações sem que os colaboradores estivessem sequer preparados.

A pesquisa da Opinion Box considera as vantagens e desvantagens do trabalho remoto e permeia entre estilo de vida, rotina, estrutura da estação de trabalho e produtividade, por exemplo.

Segundo os dados, não perder tempo com deslocamento até o trabalho ganhou a opinião de 77% dos entrevistados como uma vantagem do trabalho remoto. Já 47% deles, sentem falta do convívio com os colegas da empresa.

Quando o assunto é concentração, 39% disseram se concentrar melhor em home office, enquanto 21% têm dificuldade para focar nas tarefas nesse formato de trabalho.

Saúde e finanças também foram bem avaliados quando o assunto é vantagem em trabalhar de casa: 45% dizem economizar mais e 40% cuidam melhor da alimentação fora do escritório.

Pensando a longo prazo

Mas será que todas essas vantagens irão se tornar nova realidade?

Quando olhamos para o futuro, fatores como produtividade, convívio social e economia devem ser levados em conta. Ainda que alguns setores já estejam reabrindo suas portas, muitos com novas formas de atendimento ou serviço, os próximos meses provavelmente ainda serão vividos seguindo as medidas de isolamento.

Para os entrevistados da 11ª coleta da Opinion Box, 70% acreditam que estaremos isolados até o mês de agosto ou depois.

Isso significa que os impactos causados pela pandemia ainda serão sentidos pelos próximos meses de 2020 e, portanto, continuaremos vivendo diretamente com seus efeitos.

Por isso, as empresas precisam acompanhar de forma consciente os diferentes impactos e consequências dessa realidade. É importante sobrevoar a crise levando em conta todas as peças fundamentais que fazem seu negócio funcionar.

Acompanhe com a Wagalume todas as tendências, pesquisas e dicas para enfrentarmos juntos esses e outros desafios, com responsabilidade e consciência.

Fonte: Impactos nos hábitos de compra e consumo – 11ª Edição – Opinion Box